quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Faça o que digo, não o que faço

Mãe: Não mente menino! É feio!
Filho: Mas, por quê?!
Mãe: Pois se você mentir, o bicho papão te pega!


Nascemos com uma enorme capacidade de sermos extremamente sinceros. E crescemos em volta de um bando de adultos mentirosos - e hipócritas - que nos gritam que mentir é feio.
Por outro lado, quando somos crianças e demonstramos que não gostamos de alguma atitude ou de alguém, nos mandam mentir, fingir, para que não pensem que somos mal educados.

Há crianças que beiram o abismo da falta de educação quando estão sendo sinceras. Cabe aos pais ou responsáveis ensinar que dar uma opinião sincera não é o mesmo que ser grosseiro. Que a tia não deu o presente que a criança queria, mas nem por isso é necessário dizer: "Cuecas e meias?! Que porcaria de presente!"
O problema é que o vírus da mentira, depois que infecta um ser vivo, se prolifera de modo assustador.
Vira uma espécie de vício, inclusive.

Formam-se homens e mulheres que mentem e se orgulham disso, que se sentem mais fortes por vencer situações utilizando a mentira, trapaceando. Que preferem criar uma mentira atrás da outra para encobrir a anterior ao invés de dizer a verdade e aguentar as consequências de seus atos.

O que faz tudo isso virar uma bagunça sem fim é que a maioria das pessoas não está pronta para ouvir a verdade, simplesmente porque não estão acostumadas a falar a verdade.

Sabe aquela frase batida "Me magoe com a pior verdade, mas não me iluda com a melhor mentira"?
Até que ponto a pessoa que espalha esta frase entre parentes e amigos está realmente disposta a ser magoada ao invés de ser iludida?
Será que ela está disposta a ouvir, do amor de sua vida, que apesar de o relacionamento estar aparentemente bem, ele não a ama mais?
Ou um pai conservador ouvir da boca de seu filho que ele na verdade é homossexual, mas nem por isso um bandido, ou alguém de má índole?
Ou uma família que, não importando a renda que obtivesse, sempre fez de tudo para dar o melhor estudo possível a um filho que virou um usuário de drogas ou bandido?
Será que ficariam "aliviados" por estarem magoados, porém conscientes da verdade; ou será que apreciariam ter a ilusão de nunca ter sabido tais coisas?

"Verdade", coisinha complicada... A minha pode não ser a sua.
Mas, esperem, não somos nós que nos gabamos por sermos  os seres evoluídos e racionais que gostam de dialogar? Não achamos que ao menos 90% das coisas podem ser resolvidas em conversas civilizadas? Comecemos então dialogando verdades. Vamos dar para as crianças o presente de poderem crescer falando a verdade.


Em geral, a verdade dói. Dói ouvir, dói ainda mais acreditar no que foi ouvido, as vezes dói até mesmo quando é você que tem que dizê-la, mas depois, é certo: Faz um bem danado!



*Para fins de direitos autorais, declaro que imagens usadas no post foram retiradas da internet e os autores não foram identificados.

6 comentários:

Elisa Cunha disse...

É bem isso mesmo. Somos educados para mentir, para fingir, e assim é a sociedade em que nos encontramos: cheios de hipocrisia, mascaração, falsidade e moralismo. A verdade magoa, e é um balde de água (fria não) gelada nas pessoas que não estão acostumadas com o frio.

beijos

KA disse...

Lay,
A melhora do Dengoso foi uma das melhores notícias deste começo de ano pra mim. Sério. Me ajudou a ficar um pouco menos amarga. Fico muito feliz por vocês!

E, a verdade é complicada de ser dita e ouvida, muitas vezes...Que tal começarmos abolindo o Papai Noel...é sério: o mentira besta, né!
Além do mais, quando realmente precisamos de fantasia é quando ficamos adultos, pois enfrentar o mundo não é fácil.
Bjs!
Ka

Corujinha. disse...

Humm...Isso é tão complicado menina,sou de acordo em dizer a verdade mas isso nem sempre é simples.Por exemplo minha avó morreu de câncer,mas nós familiares demoramos bastante tempo em dizer isso pra ela.Omitir é um pouco mentir,mas por uma convivência pacífica com as pessoas ou para não fazê-las sofrer devemos recorrer a isso.A famosa ducha fria faz bem sim,mas dependendo da verdade e da pessoa que deve ouví-la,temos que ir molhando aos poucos..hehehe
Bj e bom final de semana.!!
Blog da Corujinha

Ricky Oz disse...

Oi Lay!
De fato, essa frase deve ser uma das mais usadas, não só pelos pais, mas por qualquer pessoa que queira passar um ensinamento ou servir de exemplo para outra. Eu mesmo já fiz uso desse dito. É uma sensação tão boa, hehehehe...
Não acho que seja algo tão ruim que ela permaneça entre nós, mas talvez o uso dela poderia ser feito melhor.

Bjuss

Joicy Sorcière disse...

Oi minha querida... tudo bem? Ah, é tão complicado isso né? Olha, eu como mãe tento trabalhar com o Gustavo essas questões de princípios de forma muito tranquila. Tanto que ele tem total liberdade para se expressar. Ele não tem medo de nos contar nada... se sente à vontade para tal. Já conversei muito com ele sobre as questões da sinceridade. Eu não acho que dizer na cara de alguém, por exemplo, que ele é feio seja ser sincero(esse é apenas um exemplo... eu teria outros mais). Minha sogra uma vez disse que algumas pessoas confundem sinceridade com falta de educação. Eu digo que concordo plenamente. Às vezes a gente se perde um pouco nessas questões mesmo... mas... quem disse que viver seria fácil, né? rsrsrsrs

Não acho que as pessoas que crescem sendo mentirosas/trapaceiras sejam assim por conta de terem omitido uma "verdade"(como não gostar de um presente e dizer que gostou)... pelo contrário, essas pessoas que mentem, o fazem pelo simples motivo de não terem conseguido trabalhar com sua inteligência emocional na época devida. Vivemos num meio onde os pais(cada vez mais) estão invertendo as coisas e deixando de dar a educação devida à seus filhos.

Eu poderia te contar cada história horripilante de pais de alunos que não sabem lidar com situações de conflito em casa(que acabam sobrando para nós professores) que deixaria vc de cabelos(lindos e cacheados... inveja!) em pé!

Se nada do que escrevi fizer sentido, desconsidere... acabei de chegar da academia e trabalhei o diaaaa todo! kkkkkk... cansada master!

bjks

Mari disse...

E as "verdades" ofensivas na internet que existem apenas para ofender? No mundo real, a mentira existe o tempo todo, mas na internet, ela está totalmente deturpada.

Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...